Sangramento gengival? Pode ser gengivite

Você já notou algo estranho durante sua escovação? A espuma da pasta num tom avermelhado ou até mesmo as cerdas da escova sujas de sangue? O que você fez? Achou que era algo normal, e, simplesmente, ignorou? Talvez tenha apenas machucado com a escova de dente ou na hora do fio dental, certo?

Errado! Nem sempre um sangramento gengival deve ser ignorado, muitas vezes seu corpo está tentando te avisar sobre algo fora do normal.

GENGIVITE

A inflamação gengival, também conhecida como gengivite é uma condição bucal muito comum e acontece, principalmente, em decorrência de uma higiene bucal inadequada, com restos de alimentos entre os dentes, aumentando a proliferação de bactérias e favorecendo a formação da placa bacteriana e tártaro.

O sangramento gengival, normalmente, é causado pela placa bacteriana, ou seja, uma mistura de bactérias e restos de alimentos que se forma ao redor ou entre os dentes e gengivas. Quando não é removida de maneira correta, o acúmulo de placa pode causar danos à gengiva, como inflamação e sangramento.

Além do acúmulo de placa, outras razões podem explicar o sangramento, por exemplo, força excessiva na hora da escovação, uso incorreto do fio dental, escova de dente nova, disfunções sistêmicas, alterações hormonais ou medicamentos.



Sintomas:

Os principais sintomas são:

  • Mau hálito

  • Gengiva inchada e avermelhada

  • Dor ao mastigar

  • Sangramento durante escovação ou uso do fio dental

  • Retração gengival, tornando os dentes aparentemente mais longos do que são

  • Nos casos considerados mais graves, a gengiva pode sangrar de maneira voluntária.

Causas:

A gengivite pode apresentar diversas causas, entre elas:

  1. Placa bacteriana (higiene bucal incorreta);

  2. Diabetes não tratada;

  3. Alterações hormonais;

  4. Má higiene durante o uso de aparelhos ortodônticos e contenções.

  5. Apinhamento dental.

  6. Deficiência de nutrientes;

  7. Histórico familiar;

  8. Doenças sistêmicas.

COMO TRATAR:

Na maioria das vezes, a gengivite pode ser facilmente tratada ao melhorar os maus hábitos de higiene bucal. Se você está sentindo a gengiva um pouco inchada, vermelha ou sangrando, porém não nota nenhum acúmulo de placa bacteriana ou restos de alimento entre os dentes, a utilização correta do fio dental e da escovação podem devolver suas gengivas à condição de saúde.

Contudo, se você notar a presença de tártaro ou uma inflamação severa, que está te impedindo de escovar corretamente os dentes ou até mesmo de se alimentar, é extremamente importante a visita ao dentista.

O profissional fará uma orientação de higiene, limpeza com instrumentos apropriados,

observando se o problema se restringe apenas à gengiva ou se exige um tratamento mais extenso, orientando o uso de medicamentos e enxaguantes que possam auxiliar a cicatrização mais rápida desse tecido.



PERIODONTIA:

Periodontia é a especialidade que trata os tecidos de suporte dos dentes, formado por gengiva, osso alveolar, ligamento periodontal e cemento. O periodontista trata doenças como gengivite e periodontite.

O tratamento de doenças periodontais consiste na desorganização do biofilme bacteriano formado, reduzindo a inflamação gengival, a dor, as bolsas periodontais e infecções, prevenindo a perda do elemento dental por meio de raspagem e alisamento radicular, realizados em uma ou mais sessões.

Na nossa clínica, a especialista em periodontia é a Doutora Stephanie Garófalo, formada em Odontologia na Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP), com doutorado na Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP) e na RWTH Aachen University, na Alemanha. Muito bem preparada para te receber!

Saiba mais no nosso site: https://www.garofaloeassociados.com

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo