• Stephanie Assimakopoulos Garófalo

Ansiedade Odontológica, o que é isso?


Você já se sentiu inquieto, angustiado, suando frio ou nervoso, mesmo sem ao menos saber qual seria o tipo de tratamento recomendado pelo seu dentista?


Você já marcou, desmarcou, remarcou, e quando chegou ao consultório se sentia estressado?


Sentimentos como medo ou constrangimento, impactam diretamente no resultado da relação que precisa ser estabelecida entre você e seu dentista.



Fala-se pouco sobre ansiedade odontológica, e quando esse sentimento é ignorado, pode inclusive, se tornar o motivo para que você desista do tratamento e, consequentemente, coloque sua saúde bucal em risco, o que é muito preocupante. 


De acordo com o artigo “Iniquidades raciais em saúde bucal no Brasil”, de Sandra Katsue Guiotoku e cols., publicado em 2012, a população adulta brasileira caracteriza-se por uma grande perda dentária e necessidade de prótese.


Quando paramos para pensar e dar a atenção necessária a ansiedade como um dos fatores que podem afastar você do consultório odontológico, trazendo como consequência direta a precariedade da saúde bucal.


Vamos entender juntos o que é a Ansiedade Odontológica?


A Ansiedade Odontológica é um sentimento que surge do encontro com uma situação temida e se caracteriza por tensão, nervosismo, apreensão ou uma preocupação excessiva em relação às consultas com o dentista.


A raiz da ansiedade odontológica nem sempre vem de uma situação isolada ou simples. Em muitos casos, os fatores podem ser um medo carregado da infância, a baixa escolaridade, questões financeiras, falta de informação e até mesmo a sensação de não pertencimento, tudo isso gera como consequência um intervalo muito maior entre as visitas ao dentista, alimentando ainda mais a ansiedade odontológica.


Ciclo vicioso


Os pacientes acabam entrando em um ciclo vicioso muito perigoso, no qual a falta de visitas ao dentista leva à saúde bucal ficar mais fragilizada e, como resultado, os tratamentos serão sempre mais urgentes e dolorosos, gerando uma chance maior de uma experiência negativa, o que influencia no fortalecimento da ansiedade odontológica.


Que tal algumas dicas para melhorar a experiência do paciente em seu consultório?


A dra. Stephanie A. Garófalo, explica que é importante que o dentista trate o paciente de uma forma especial para amenizar a situação e criar um ambiente confortável para ambos os lados.

“Pode-se, preparar uma recepção com uma decoração que quebre a sensação de ambiente hospitalar, com uma recepcionista acolhedora e sorridente, e também com uma música ambiente tranquila".

  • Substituir os jalecos brancos por jalecos coloridos pode ajudar muito a deixar o ambiente mais leve e alegre.

  • Receber os pacientes no consultório sem os instrumentos a mostra pode ser uma ótima alternativa.


Agora, vamos de dicas para você:

  • Faça uma lista com suas principais dúvidas e leve na consulta.

  • Caso não entenda algum termo técnico ou expressão não sinta-se receoso, pergunte ao seu dentista.

  • Compartilhe com o profissional seus medos, pois somente assim ele poderá te ajudar.

  • Procure não se atrasar para suas consultas, chegue com antecedência, isso pode ajudar a controlar a ansiedade.

  • Não fique buscando informações de fontes não confiáveis, converse com o seu dentista, ele deve ser sua referência.

A odontologia mudou muito e continua mudando, na Garófalo Odontologia, procuramos cada vez mais ter um olhar humanizado e um atendimento acolhedor para cada um dos nossos pacientes.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
 
WhatsApp